quarta-feira, 5 de dezembro de 2012

Trabalho, crise,familias e afins...

 
Este fim de semana tive um jantar de anos e sai de lá a pensar, mesmo, na vida. Imensos casais novos, na casa dos 30, e a maior parte com filhos pequenos. A conversa, claro, passou constantemente pela crise e impressionou me o standby da todos sobre a possibilidade de perder os trabalhos e ter de ir para fora. Mais ainda, ver os casais a pensarem na possibilidade de mudarem-se com os filhos ou,primeiramente, ir o pai e ficarem todos separados.
Vinha a pensar nisso..que hoje em dia ter trabalho já é razão para agradecer e ir para fora, ou não, já não é opção. As pessoas vão porque têm de ir, ficar cá pode significar desemprego e portanto deixam para trás familia.
É, ou não, uma biolência??!

11 comentários:

  1. É uma biolência tremenda que me assusta cada vez mais, não queria mesmo sair daqui...

    ResponderEliminar
  2. violência é pouco, deve ser horrível ter de deixar a família para trás! Eu nunca faria isso, ou íamos todos ou não ia ninguém!

    ResponderEliminar
  3. é querida, uma biolência. eu vi isso acontecer na minha, provavelmente eu irei também. mas tem de ser, ficar aqui é que não me parece grande solução. :/

    ResponderEliminar